facebook twitter instagram

Notícias

A praia é local de desova de Tartaruga Marinha!

Atleta consciente não descarta lixo na praia e segue corretamente as sinalizações e orientação do staff para evitar acessar os ninhos das tartarugas. É PROIBIDO ACESSAR AS MARCAÇÕES DOS NINHOS. 
As cinco espécies de tartarugas marinhas encontradas no Brasil continuam ameaçadas de extinção, segundo critérios das listas brasileira e mundial de espécies ameaçadas. Das cinco, quatro desovam no litoral - e, por estarem mais expostas, são as mais ameaçadas: cabeçuda(Caretta caretta), de pente(Eretmochelys imbricata), oliva(Lepidochelys olivacea) e de couro(Dermochelys coriacea).
Durante a temporada de desova, a equipe do Projeto TAMAR monitora diariamente as praias do Litoral Norte, desde Salvador até Mangue Seco, protegendo os ninhos, filhotes e fêmeas de tartarugas marinhas.
 
Cada fêmea pode realizar, em média, de três a cinco desovas durante a temporada. Os ovos são incubados pelo calor da areia e demoram de 45 a 60 dias até as tartaruguinhas nascerem. As desovas são sinalizadas com uma estaca numerada e monitoradas até o nascimento dos filhotes.

 Conheça o trabalho do Projeto Tamar (www.tamar.org.br), parceiro do RUNNING DAVENTURA 2017.

2014 - 2017 - DAVENTURA. Todos os direitos reservados.